Uma parceria humana e transformadora no Sul da Bahia

PCAP é uma compensação obrigatória prevista pelo IBAMA quando nossos projetos geram impactos que alteram a dinâmica das comunidades pesqueiras. Durante nossa atuação na Bacia do Jequitinhonha, no Sul da Bahia, percebemos distintos cenários organizativos da classe pesqueira da região, de forma que o PCAP foi implementado considerando abordagens metodológicas especificas para cada região Trabalhamos de forma participativa com lideranças locais e tivemos como resultado uma parceria humana. Equipamos barcos, reformamos frotas, treinamos os pescadores e investimos na segurança e na capacitação da população local, para que estes participem ativamente dos processos de gestão, implementação, monitoramento e avaliação das ações do projeto. Nossa jornada compartilhada nos levou pelo caminho do diálogo onde todos saímos vencedores. O Projeto reafirmou os pressupostos estabelecidos em nossa filosofia de trabalho envolvendo comunidades tradicionais: a qualidade dos resultados é produto da qualidade das relações que estabelecemos com os diversos públicos. Apesar de ser um processo mais lento, trabalhar no enfoque participativo produz ganhos mais sustentáveis, e é possível avançar no estabelecimento de uma lógica própria de gestão de projetos comunitários que dialogue com processos institucionais já estabelecidos.

Período de realização: 2011 a 2014

Abrangência: 4 municípios, 19 comunidades