Assinatura dos contratos de concessão dos blocos da Bacia do Paraná

Participamos da cerimônia de assinatura dos contratos de concessão dos blocos arrematados no 2º Ciclo da Oferta Permanente da ANP, realizado em 4 de dezembro de 2020. Na ocasião, adquirimos 30% de participação em quatro blocos terrestres PAR-T-86, PAR-T-99, PAR-T-196 e PAR-T-215, na Bacia do Paraná, em parceria com a Eneva.

 

A aquisição destes quatro blocos marca nossa entrada na Bacia do Paraná, considerada área de fronteira pela baixa quantidade de atividades exploratórias já realizadas na região, permitindo que Companhia esteja bem posicionada para captar novas possibilidades de negócios. Aproveitamos essa oportunidade para diversificar nossa base de ativos.

 

Estão previstos investimento da ordem de R$ 15 milhões em atividades exploratórias para a Companhia. Os blocos estão localizados nos estados do Mato Grosso do Sul e Goiás, com aproximadamente 11.544 km2 de extensão, área superior à de toda a tradicional Bacia do Recôncavo na Bahia. Em caso de descoberta, a proximidade com o mercado consumidor de gás facilitaria o escoamento da produção. O consórcio poderia ainda replicar o modelo de sucesso de reservoir-to-wire (R2W), com a geração de energia elétrica a partir do gás natural.

 

O valor do bônus de assinatura para estes blocos foi de R$ 2,1 milhões e a Enauta desembolsará R$ 633 mil nos próximos dias. O Programa Exploratório Mínimo (PEM) ofertado para 100% dos blocos foi equivalente a 1.000 km de sísmica 2D, a ser executado em até 6 anos.