Enauta registra EBTIDAX de R$ 432,9 milhões no 1T22

Valor foi 250% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Companhia possui 95% do caixa indexado ao dólar e tem o melhor desempenho na bolsa entre as independentes brasileiras de petróleo e gás

 

A Enauta atingiu EBITDAX de R$ 432,9 milhões no primeiro trimestre de 2022. O resultado representa um crescimento de mais de 250% em relação ao mesmo período no ano passado e foi impulsionado pelo reajuste de 17% no valor do gás de Manati, a partir de janeiro, e pelo preço médio de venda de Atlanta, de US$ 112,5/barril.

 

Em resultado divulgado nesta quinta-feira (12), a petroleira destacou ainda o retorno total aos acionistas de 74,9% de sua ação (ENAT3) – com expressivo dividend yeld e o melhor desempenho entre as petroleiras independentes brasileiras no ano, além da geração de caixa operacional – aproximadamente R$ 200 milhões – que vão ajudar a fazer frente aos investimentos futuros e oportunidades de negócios.

 

“Começamos 2022 com alta do EBITDAX na comparação anual, reflexo do forte desempenho operacional, ganhos de eficiência logística e momento favorável para o setor petrolífero. Nossa posição de caixa segue robusta, acima dos R$ 2 bilhões, o que confere proteção à capacidade de investimento da empresa para executar sua estratégia de crescimento e expansão do portfólio”, afirma o CEO da companhia, Décio Oddone.

 

Também no primeiro trimestre, a empresa teve a aprovação do Sistema Definitivo (SD) de Atlanta, que já está com mais de 90% dos contratos firmados, o início das obras de conversão do novo FPSO Atlanta e a possibilidade de prolongar o Sistema de Produção Antecipada (SPA) do Campo, peças fundamentais na estratégia de crescimento.

 

O CAPEX realizado no primeiro trimestre de 2022 totalizou US$ 146,2 milhões, sendo destinado em grande parte ao Campo de Atlanta, cerca de US$ 130 milhões. Este valor inclui a aquisição do FPSO Atlanta, que atuará no Sistema Definitivo do Campo e o início da adaptação da unidade. Para proteger sua capacidade de investimento, a Enauta aumentou de 60% para 95% o montante do seu caixa em dólares.

 

Produção

 

A produção da Enauta em Atlanta aumentou 292,3% no 1T22 em comparação ao 1T21, resultado, principalmente, do aumento de participação da Companhia no Campo a partir do final de junho de 2021.

Já a produção média diária do Campo de Manati foi de 3,0 milhões de m³ no 1T22, redução de 9,1% em relação ao mesmo período do ano anterior e de 3,2% na comparação com o 4T21. Manati apresentou uma contribuição importante para o resultado do trimestre.

 

Certificação de reservas

 

A certificação de reservas da GaffneyCline para o Campo de Atlanta, atualizada em 31 de dezembro de 2021, indicou que as reservas 2P de 100% totalizavam 105,7 milhões de bbl, um aumento de 7% em relação à última certificação, excluindo a produção de 2021.

 

No Campo de Manati, as reservas 2P de 100% totalizavam 4,2 bilhões de m³ de gás natural e 0,33 milhões de barris de condensado, que correspondem a cerca de 26,7 milhões de barris de óleo equivalente, em 31 de dezembro de 2021. Houve um aumento de 54% na reserva 2P, mesmo excluindo o volume produzido no ano.

 

Clique aqui e acesse nosso relatório de resultados do 1T22 na íntegra.