Transição para um novo comando: Décio Oddone assume a Presidência

Conforme fato relevante divulgado ao mercado no dia 17/09, Lincoln Rumenos Guardado informou seu afastamento da posição de Diretor Presidente da Companhia e Décio Oddone assumiu o cargo a partir da segunda-feira (21/09).

 

Lincoln ingressou na Companhia em 2009 como Gerente de Exploração e assumiu a Presidência em 2012. Sua gestão concentrou significativas conquistas, como a bem-sucedida operação do Campo de Atlanta em águas na Bacia de Santos. Sua liderança foi fundamental para a entrada da Companhia no pré-sal.

 

“Minha passagem pela Enauta foi o ponto alto de uma carreira de mais de 40 anos no mercado de óleo e gás no Brasil e no exterior. Me orgulho de ter feito parte da construção da empresa desde o seu início como companhia de capital aberto, criando valor a todos os que com ela se relacionam, e contando com um time de profissionais brilhantes que seguirão engajados nos próximos passos da Companhia em direção ao futuro”, comentou Lincoln.

 

O presidente do nosso Conselho de Administração, Dr. Antônio Augusto de Queiroz Galvão, também comenta: “Lincoln percorreu carreira exemplar durante toda a sua trajetória profissional, tendo contribuído de forma relevante para o crescimento da Enauta. Em nome do Conselho, agradeço imensamente ao Lincoln por toda dedicação, deixando um legado de eficiência e saúde financeira na Companhia.”

 

Décio Oddone é o novo diretor presidente

 

Para ocupar a Presidência, Décio Oddone, engenheiro com mais de 35 anos de experiência, chega com ampla bagagem profissional à Enauta, passando por cargos de liderança em companhias públicas e privadas. Oddone assume em um momento favorável para a empresa, que segue em ritmo de crescimento, considerando sua boa capitalização, progresso no Campo de Atlanta e expectativas positivas para a Bacia de Sergipe-Alagoas. O executivo, mais recentemente, se destacou no mercado por sua condução como Diretor-Geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Atuou ainda por muitos anos em cargos de liderança na Petrobras, no Brasil e no exterior.

 

“Assumir a direção da Enauta, após o trabalho feito por Lincoln Guardado, é um grande desafio. A Enauta é uma empresa que se consolidou como um ator relevante no setor de óleo e gás do país. Espero contribuir para o crescimento da Companhia, mantendo vivo o legado de meus antecessores e ampliando os seus horizontes de atuação”, disse Oddone.

 

Lincoln continua na Enauta até dezembro deste ano, apoiando a transição.